{

24 março 2014

Um Desabafo: O Fim de Semana Mais Difícil da Minha Vida

Olá, meninas! Hoje estou abrindo espaço aqui no blog pra falar um pouco da minha vida pessoal. Quem acompanha a fanpage já sabe que este foi um final de semana bem difícil pra mim. Vou contar um pouco do que foi toda essa experiência pela qual passei, desde o começo.

No dia 22 de novembro de 2013, recebi a notícia de que minha avó havia sido internada na UTI após um quadro de água no pulmão. O medo e a preocupação foram grandes naquele momento, mas nada comparado com o que ainda estava por vir. Eu acreditava que, dali, era pouco tempo até ela morrer ou se recuperar. Mas não. Depois daquele dia, vieram ainda 4 longos meses de muito sofrimento e dor. Minha queria vovó, Pedrina, teve inúmeras paradas respiratórias, cinco pneumonias, cinco infecções de urina e quatro paradas cardíacas, sendo que, na última, ela não resistiu.

Foram exatos quatro meses: ela entrou na UTI em 22 de novembro de 2013 e faleceu em 22 de março de 2014, véspera do meu aniversário de 21 anos.

Na última segunda feira, dia 17 de março, recebi a notícia de que ela tinha sido transferida para o quarto de isolamento, com forte infecção e febre. As visitas eram restritas, apenas minha mãe e minha tia podiam ficar com ela. Foi uma semana complicadíssima, em que ela teve muita febre e muito alta. No sábado, por volta do meia dia e meia, recebi a notícia de que ela tinha tido outra parada cardíaca e, por volta das 14h40, a notícia de que ela não tinha resistido. Foi uma das coisas mais tristes pelas quais passei. Depois de todo o sofrimento que ela enfrentou na UTI, eu achava que estava mais preparada para a morte dela, para o descanso dela. Mas não. Eu estava com meu namorado nesse momento, ele me abraçou e eu chorei, chorei inconsolavelmente. Encontrei meus pais e fomos juntos para a capela da Santa Casa esperar a chegada do corpo. Foi meu avô quem quis que o velório fosse lá e não no necrotério.

Eu ainda não sabia pelo que eu ia passar. Nunca tinha ido a um velório, nunca tinha visto uma pessoa morta, mas era minha vovó quem estava lá, eu não podia deixar isso passar. Quando o corpo chegou, veio a tristeza ainda maior do que a que eu estava sentindo até então. Meu namorado ajudou a carregar o caixão dela para dentro da igreja. Quando entrei e vi o corpo dela, senti a maior tristeza da minha vida. Era minha vozinha querida que estava ali, que já não mais respirava. Ela estava bonita, com a mesma carinha de quando estava emburrada em casa. As mãos e a barriga, muito inchadas. Mas era minha vovó, minha vovó querida.

Ela foi velada das 16h do dia 22 até às 10h do dia 23. Muito tempo, muito cansaço, muita tristeza. Não sabia o quanto era triste ficar ali, olhando aquele corpo que era a pessoa tão querida, mas, ao mesmo tempo, já não era mais. Meu avô ficou ao lado dela desde o momento em que ele chegou à capela até o momento em que o caixão foi fechado. Mesmo com seus 87 anos (minha avó tinha 83), ficou sentado ao lado do caixão o tempo todo, mesmo durante a madrugada. Quando ele chegou, agarrou-se ao rosto dela e lhe deu um beijo, coisa que eu nunca o tinha visto fazer em vida.

No dia 23, meu aniversário, algumas pessoas se lembraram e vieram me cumprimentar, mas cada abraço me machucava, porque, para mim, não era dia de celebração. Nunca passei por um momento tão difícil na minha vida. Mas graças a Deus tive pessoas que me apoiaram. Meu namorado, meus amigos, minhas amigas da gangue dos esmaltes. Se não fosse por todos, não sei o que seria de mim.

Enfim, logo volto com a rotina do blog, só quis fazer esse desabafo aqui porque, acima de tudo, considero todas vocês como minhas amigas!

Obrigada por tudo!

20 comentários:

  1. Minha quelida, sinto não ter o que dizer pq cada dor é única mesmo.
    Mas ela vai estar melhor do que todos nós.
    E o ciclo da vida. Fique com Deus.
    Ótima terça-feira para vc!
    Beijos !♥♥♥

    ResponderExcluir
  2. Nossa minha flor, que tristeza! Desejo que vc seja forte, chore, grite, converse, enfim, não guarde tristeza no teu coração... como disse, vc tem amigos e acima de tudo tem Deus junto de vocês!
    Vou orar muito para que todos vocês fiquem bem, que a dor vá passando de mansinho... vou orar muito pelo seu avô também, ele deve estar sofrendo mais que todos.... enfim, estou aqui, se quiser conversar pode me chamar!

    Beijoooo ♥ ♥
    Unhas em Destaque

    ResponderExcluir
  3. Ai que triste, Pri! :(

    Eu realmente sinto muito!
    Que Deus conforte à vc e toda sua familia!

    Um gde beijo!

    Cris.
    http://universofemininodayumi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ora, Pri x.x
    Só quem viveu essa dor pra saber o que tu está sentindo. Sinto muito, muito mesmo pela tua avó e espero e deseja muita força pra vocês neste momento e espero que tu consiga encontrar um pouco de conforto nesse nosso mundinho de esmaltes.
    Um beijão e conte sempre com todas nós.

    ResponderExcluir
  5. Poxa, Pri, que triste saber dessa notícia.
    A gente cria vínculos com as nossas amigas de vício.
    E acabamos nos tornando amigas.
    Como toda amizade, as conquistas nos fazem felizes.
    Mas os momentos tristes também nos deixam tristes.
    Já perdi uma avó e um avó.
    Sei como se sente, um vazio horrível.
    O pior de tudo é saber o quanto ela sofreu.
    Mas infelizmente, a vida é assim.
    O mais importante é seguir em frente com força é fé em Deus.
    Pense que ela não está sofrendo mais.
    Reze, chore, converse.. faça o que te fizer sentir melhor
    Mas como a Elaine disse, não guarda essa tristeza. Desabafe, te fará sentir melhor.
    Força pra você, pra toda a sua família e, principalmente, seu Avô. =/
    Pode sempre contar comigo, viu?
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas palavras e pelo carinho, Lari!

      Excluir
  6. Só não chorei porque estou no meu trabalho, mas, também não sei o que te dizer.
    Sei que preciso comentar alguma coisa, pra mostrar que estou aqui mais uma vez.
    Pri, todos sabemos o quão é difícil para alguém perder uma pessoa especial, mas, ninguém imagina a dor de alguém, pois cada um sente de uma maneira diferente.

    Enfim, feliz aniversário porque isso merece sim uma comemoração e, meus sentimentos, espero que você supere tudo isso e que continue com a sua vida "normalmente".

    Não deixe de voltar para o blog e de nos contar tudinho viu, flor? :)

    Te amamos, tenho certeza de que nesses momentos é que vemos que temos muitas pessoas em nossa volta que nos amam realmente, de longe ou de perto.

    Beijos
    http://maosdeprincesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas palavras de força e carinho, Mônica!

      Excluir
  7. Oooo amiga,que pena...um pocuo do meu conforto pra você,isso tudo é muito triste eu pedi meu vo dia 15 de janeiro desse ano também...A dor é só agente que sabe explicar passando por isso.....mais com o tempo tudo volta ao normal a ferida cicatriza,e a dor ameniza....
    mais é isso um dia todos passam por isso,fazer o que lei da vida...
    Fica com Deus e que sua vozinha descance em paz....
    Beijoo

    ResponderExcluir
  8. Pri nem sei o que falar nesse momento, a não ser te desejar muita paz, força, coragem e que Deus te guarde e te proteja.
    É uma fase difícil da vida enfrentar esse tipo de situação, mas com isso a gente vê que tem muita gente boa que tem carinho pela gente e que está pronta a ajudar.
    Fica com Deus e muita força menina. Beijos e um forte abraço.

    ResponderExcluir
  9. Meus sentimentos querida!
    Já passei por muitas dessas, já não tenho mais nenhum dos meus avôs, sei como é triste essa dor da perda. Mas com o tempo tudo passa e vira uma saudade e não mais dor!
    Bjs
    janamakesesmaltesecia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Meus sentimentos, Pri!
    Sei muito bem o que você está passando. Também perdi minha vó há pouco tempo e ao ler suas palavras, revivi o momento triste da despedida... Mas, infelizmente, isso faz parte da vida e eu peço a Deus que conforte o seu coração.
    Bjs

    ResponderExcluir

Sejam bem-vindas ao meu cantinho, meninas! Aqui, todo comentário é bem vindo! Lembrando que sigo e retribuo a todos os comentários! Conto com seu comentário para ajudar o blog a crescer cada vez mais!

Beijinhos e obrigada pelo carinho!